Sistema de bibliotecas da UFRN
Notícia
Servidores destacam a inovação da ex-gestora Sônia Campos à frente da BCZM 09/05/2017

Por Sirleide Pereira– ASCOM – Reitoria/UFRN

A biblioteconomia norte-rio-grandense e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) perderam há uma semana um de seus ícones: a professora Sonia Campos Ferreira, ex-diretora da Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM), da Biblioteca Pública Câmara Cascudo e do Sistema de Bibliotecas.

Reconhecida entre os pares e servidores da BCZM pela "bondade, generosidade, competência e dedicação", Sônica Campus desenvolveu projetos inovadores à frente da Biblioteca e é lembrada como "uma pessoa querida", conforme notícia sobre sua morte postada na página dessa unidade da UFRN.  "Nos 10 anos como diretora da BCZM, Sônia Campos fez a diferença. Sua gestão à frente da BCZM tem como marco o início da informatização do sistema e a reativação do convênio entre a UFRN e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que permitiu à época, a formação de novos bibliotecários do RN na Paraíba".

Segunda diretora da maior biblioteca de instituição pública em funcionamento no Estado, Sônia Camus entrou para o sistema de bibliotecas da UFRN ainda na gestão de outra grande bibliotecária, Zila Mamede. Empreendedora, Sônia fez a primeira ampliação do espaço, criando o Setor de Coleções Especiais (parte superior) e as Coordenadorias de Seleção e Aquisição e Processos Técnicos (parte inferior), e dirigiu, ao mesmo tempo, o Sistema de Bibliotecas (SISBI) da UFRN.


Voltar