Sistema de bibliotecas da UFRN
Notícia
SONIA CAMPOS, RELEMBRADA 03/05/2018

Rejane Lordão Monteiro

Ex- Diretora da BCZM - Bibliotecária aposentada

 

Natal, 02 maio 2018

 

O ano era 1971, quando conheci Sonia Campos. Por aprovação em concurso e pelo meu vínculo acadêmico ao curso de Ciências Sociais, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, me tornei bolsista no Serviço Central de Bibliotecas, embrião da Biblioteca Central.  Lá estava ela ao lado de Zila Mamede. Era uma jovem bibliotecária, elegante, com discreta simpatia.

 

Assessorava a Diretora Zila e era sua substituta. Em pouco tempo, ela demonstrou ter a qualidade de amiga atenciosa, sempre mantendo sua diplomática postura. Quando, por ato administrativo, passou a ser Diretora, o Serviço Central havia se transformado.  Tinha a nova nomenclatura de Biblioteca Central, estava instalada no Campus Universitário e, instituída como órgão coordenador do Sistema de Bibliotecas da Universidade. Havia adquirido robusta estrutura organizacional; consequência da Reforma Universitária.

 

Foram tantos cafés e conversas, umas mais, outras menos descontraídas, majoritariamente,   versavam   sobre   rotinas,   ações   e   projetos decisórios e profícuos para as Bibliotecas; mormente no período em que fui sua Vice-diretora. Foram longos anos de harmônica proximidade, até o chegar da sua aposentadoria.

 

Muito dedicada e entusiasta, sua trajetória foi pautada na contemporaneidade das bibliotecas. O apenso do nome da bibliotecária Sonia Campos Ferreira ao do Auditório da Biblioteca Central; recomendado   pela   Direção   da   Biblioteca Central Zila Mamede e acolhido pela Universidade Federal, é expressa gratidão à sua memória.

 

Justíssima homenagem! A cada evento realizado no Auditório da Biblioteca Central Zila Mamede, o seu nome será relembrado.


Voltar