Sistema de bibliotecas da UFRN
Notícia
Progesp elabora e disponibiliza Protocolo de Biossegurança da UFRN 12/08/2020

Hellen Almeida - Agecom

 

A  Divisão de Vigilância à Saúde e Segurança no Trabalho (DIVIST) da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) elaborou e disponibiliza para a comunidade acadêmica o Protocolo de Biossegurança da UFRN – Cenário Pandemia Covid-19. O documento estabelece medidas voltadas para ações de prevenção, minimização ou eliminação de riscos no retorno das atividades presenciais administrativas e acadêmicas da Instituição. O Protocolo está disponível na página da Progesp para consulta.

 

A pró-reitora de Gestão de Pessoas, Mirian Dantas dos Santos, coloca que "o Protocolo foi elaborado com intuito de orientar  os gestores e a comunidade  universitária nas atividades presenciais das rotinas laborais e acadêmicas no ambiente institucional, de modo seguro e saudável diante do contexto da covid-19". Isso não significa, ressaltou, que a UFRN vai voltar agora com as atividades presenciais, contudo o Protocolo vai orientar a gestão na aquisição de EPIs e também no retorno às atividades presenciais, de caráter essencial, de forma segura.

 

O Protocolo foi apresentado ao Comitê Covid-19 no dia 22 de julho e agora está sendo disponibilizado para servidores, terceirizados e alunos. Ele reúne recomendações e melhores práticas com base técnico-científica, que podem ser ajustadas a peculiaridade de cada setor, com vistas a segurança com saúde para a comunidade acadêmica. Os casos específicos deverão ser abordados em protocolos de biossegurança desenvolvidos por setores ou unidades de acordo com o reconhecimento da demanda, como exemplo os hospitais universitários.

 

Ao retornar às atividades presenciais, os membros da comunidade acadêmica, sejam servidores, discentes ou funcionários terceirizados, devem adotar condutas preventivas próprias que, além de favorecer a manutenção de suas condições de saúde, também serão difundidas como medidas de Saúde Coletiva aos demais membros de nossa sociedade, mantendo, assim, o papel de responsabilidade social da UFRN.

 

Com mais de 60 páginas, o documento segue as recomendações do Ministério da Saúde (MS) e deve ser atualizado com base no cenário da pandemia e do avanço científico acerca do novo coronavírus. O Protocolo traz medidas gerais para a toda a Universidade em relação a uso de Equipamentos de Proteção Individual (IPIs), distanciamento social, regras de conduta comportamental, higienização, infraestruturas de áreas comuns, áreas de vivência, serviço de transporte, laboratórios, entre outras orientações.

 

BOOK PROTOCOLO DE BIOSSEGURANÇA

 

Plano de Aquisições de Retomada 

 

A Secretaria de Gestão de Projetos (SGP) da UFRN está coordenando a elaboração do Projeto de Aquisições de Retomada, realizado em parceria com a Diretoria de Compras e a Diretoria de Logística, ambas da Pró-Reitoria de Administração (Proad), e a Divisão de Vigilância à Saúde e Segurança no Trabalho (DIVIST), da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp). O projeto é parte das providências previstas no Protocolo de Biossegurança da UFRN com vista ao retorno de atividades presenciais na Instituição. 

 

A elaboração do projeto teve início ao final de julho, quando o Protocolo passava por ajustes finais. A partir daí, foram iniciadas as frentes de trabalho para identificação dos itens e gêneros que serão necessários para garantia da biossegurança da comunidade acadêmica. No início de agosto, o projeto começou a ser elaborado e busca levantar as necessidades de aquisições/contratações do Protocolo de Biossegurança, que serão coletadas junto à comunidade ainda neste mês de agosto, de forma participativa, com todos os setores.

 

"Será um trabalho bem colaborativo junto às unidades acadêmicas/administrativas, assim que for dada ampla divulgação do protocolo à comunidade. As demandas serão coletadas junto às unidades a partir das suas especificidades, com base no Protocolo de  Biossegurança, além de orientações para o uso e aplicação de forma adequada",  explicou a equipe de execução do projeto.

 

Dentre as aquisições previstas, segundo ele, estão equipamentos de proteção individual e coletiva, produtos sanitizantes, sinalizações de segurança e disponibilização de barreiras físicas entre outros gêneros, de acordo com a especificidade das unidades (laboratórios, restaurantes, espaços coletivos, transportes etc) e as condutas contidas no Protocolo.

 

"O projeto de compras vai caminhar sob três perspectivas/entregas, que são: diagnóstico de itens e unidades demandantes na UFRN; levantamento junto à comunidade; e formalização do plano de aquisições, contando sempre com a participação das unidades", salienta Adson Araceli, administrador na SGP e gerente do projeto.

 

 


Voltar