Sistema de bibliotecas da UFRN
Notícia
Projeto Geoparque Seridó lança livretos de atividades para o ensino básico 19/07/2021
Livretos de atividades
(Foto: Portal da UFRN)

Ana Lourdes Bal - Agecom/UFRN

 

O projeto de extensão Geoparque Seridó lançou três livretos de atividades para o ensino básico. Cada um tem seu público-alvo específico: o primeiro é direcionado para o Ensino Fundamental I (do 1° ao 5° ano), o segundo para o Ensino Fundamental II (do 6° ao 9° ano) e o último material destinado para o Ensino Médio (1ª a 3ª série), mas que pode ser utilizado por pessoas de qualquer idade. Eles podem ser encontrados neste link.

 

"Os livretos de atividades têm o objetivo de proporcionar à comunidade geral, mas principalmente à comunidade do território do Geoparque Seridó, em especial os alunos da educação básica, a oportunidade de terem seu primeiro contato com as geociências e temas relacionados", explica Marcos Nascimento, coordenador do Geoparque Seridó. "Os conteúdos dos materiais perpassam os patrimônios natural e cultural do Geoparque Seridó, também os divulgando, de modo que a comunidade absorva o potencial dos patrimônios e usufrua da potencialidade para promoção do desenvolvimento sustentável", continua.

 

Os livretos foram produzidos pelos integrantes do projeto de extensão Geoeducação no Geoparque Seridó em Jogos, Materiais e Atividades Lúdicas, que atualmente está em sua segunda fase. Entre os integrantes, há cinco alunos do curso de Geologia, servidores e professores da UFRN, além de membros externos. O roteiro e conteúdo foram pensados e executados por Silas Samuel e Paloma Barbalho, com identidade visual e diagramação de Silas Samuel e Diogo Borges, sob a orientação do professor Marcos Nascimento e do servidor/geólogo Matheus Lisboa. Os demais integrantes — Janaína Medeiros, Malena Palmieri e Marília Cristina — apoiaram na produção de imagens, mapas e correção de conteúdo.

 

"Essas produções são importantes, pois consolidam cada vez mais as propostas de desenvolvimento sustentável do Geoparque Seridó, em que a educação é um verdadeiro motor impulsionador para a promoção de justiça socioeconômica no território. Além disso, esses materiais reafirmam o Geoparque como promotor dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU. Nessa perspectiva, o Geoparque Seridó promove a ODS 4 — Educação de Qualidade", encerra Marcos.

 

Geoparque Seridó

 

O projeto de extensão da UFRN Geoparque Seridó estuda a área e reúne professores, alunos e a comunidade externa de moradores de Cerro Corá, Lagoa Nova, Currais Novos, Acari, Carnaúba dos Dantas e Parelhas, unidos em prol da região. Desde abril de 2010, em uma parceria entre a Universidade e o Serviço Geológico do Brasil, a área começou a ser mapeada com a finalidade de buscar um patrimônio geológico único no mundo. De lá para cá, os seis municípios receberam professores e alunos de diversos cursos (Geologia, Geografia e Turismo, por exemplo) com vontade de desbravar esse território inexplorado.

 


Fonte: Portal da UFRN


Voltar