Sistema de bibliotecas da UFRN
Notícia
Estudo investiga papel social da Biblioteca do Parque da Cidade 09/02/2022

Tiago Silva - Agecom/UFRN

 

A pesquisadora Samya Maia está desenvolvendo um estudo para compreender o papel social da Biblioteca Pública do Parque da Cidade. A pesquisa é referente à sua dissertação de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento (PPGIC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Para auxiliar no desenvolvimento do projeto, a discente está coletando dados por meio deste formulário, que pode ser respondido por qualquer público, independentemente de conhecer a Biblioteca.

 

Desde 2009, a investigadora vem desenvolvendo atividades como bibliotecária no Parque da Cidade, período em que percebeu o quanto a população busca ali um espaço para realização de pesquisa, lazer e cultura. “E, como a grande parte das bibliotecas públicas brasileiras, ela foi criada sem ouvir e entender as necessidades da população e, por isso, sem oferecer todos os produtos e serviços necessários e possíveis de serem implantados”, explica Samya.

 

Na tentativa de preencher essa lacuna, a equipe da Biblioteca do Parque vem tentando criar serviços e produtos a partir do que é identificado com base nas falas dos usuários. Contudo, para a pesquisadora, compreender o papel social da Biblioteca do Parque permite entender a importância não apenas desse espaço, mas de toda biblioteca pública. Pensando nisso, Samya identificou a necessidade de expandir a perspectiva empírica e buscar métodos científicos para garantir que a Biblioteca fosse útil e importante para a população. Assim é possível propor melhorias para a Biblioteca do Parque, além de apresentar aos gestores públicos a necessidade de desenvolver produtos e serviços de qualidade para a população por meio das bibliotecas.

 

Samya conta ainda que o formulário de pesquisa possibilita à população ter voz quanto ao seu conhecimento, interesse e necessidades da Biblioteca do Parque. “Por meio dele, também pretendemos saber como a população da cidade busca informação e assim não apenas desenvolver a dissertação, mas contribuir para melhorias da biblioteca estudada, assim como das demais bibliotecas públicas brasileiras”.

 

A professora Gabrielle Tanus, do Departamento de Ciência da Informação da UFRN (Decin), orienta a pesquisa e destaca a importância de discutir as bibliotecas como espaços destinados às pessoas e suas necessidades informacionais. “No caso da pesquisa da Samya, a problematização da biblioteca pública é deveras relevante, ainda mais quando se configura como a primeira pesquisa voltada à Biblioteca do Parque da Cidade, no sentido de compreender, a partir dos sujeitos, as suas necessidades e demandas, que são da ordem informacional, educacional e cultural”, diz.

 

A docente chama atenção para a localização da Biblioteca, que está em um espaço público estratégico, e que ter um patrimônio cultural de acesso aberto é importante tanto para a comunidade local e regional quanto nacional e internacional, que podem  visitar o Parque. Para ela, há ainda um grande desconhecimento sobre a importância e a função social das bibliotecas públicas. “É importante também a sensibilização dos gestores públicos e da própria sociedade civil, que precisa e deve ocupar e defender os espaços das bibliotecas, que lhes são de direito”, finaliza.


Voltar